Este artigo foi originalmente publicado no LinkedIn.

 

Muitas vezes não nos damos conta de como somos conduzidos a tomar certas ações que inclusive pensamos ser por nossa própria vontade, mas são na verdade por causa de todo material visual e sonoro que consumimos em casa, na rua e a todo momento; mas que tal passar para o outro lado da conversa e direcionar algumas pessoas à sua marca? Parece complicado eu sei, mas a tecnologia está tornando as coisas menos difíceis a cada dia. Estamos falando de uma nova forma de vendas online que já está sendo utilizada pelas grandes empresas de diversas maneiras, é a venda através de aplicativos de mensagem, tendo os contatos de seus clientes e sabendo que praticamente todo mundo tem um celular com um Facebook Messenger, WhatsApp ou outros, tudo fica muito fácil não? Os clientes estão literalmente na palma da mão das empresas, algumas empresas apenas não se deram conta dessa facilidade.

Por mais simples que pareça, é necessário algum conhecimento de marketing e um bom relacionamento com o cliente para fazer todo o contato que culminará na conversão do cliente (venda) de forma profissional.

Mãos à obra

Gostaria de começar esta sessão com uma citação de uma lenda do esporte : “Eu tive sorte mas só depois que comecei a treinar 10 horas por dia”. A frase do grande ídolo do golf Tiger Woods e deve servir como lema para os iniciantes,garanto que não é necessário treinar como ele para ter um aumento considerável em suas vendas, não se preocupem. Por onde começar então? Recomendo a construção de um bom relacionamento com seus clientes acima de tudo, após ter um “hall” de clientes satisfeitos com os produtos/serviços ofertados tudo ficará mais fácil, deve-se então trabalhar na construção da sua lista de contatos no aplicativo com os cliente ativos e realizar uma pesquisa (principalmente em redes sociais e grupos de interesse) para a captação de potenciais clientes. Importante: tudo deve ser feito sem spam ou mensagens enviadas em massa, temos hoje em dia um público de internet bem maduro que sabe se proteger de ofertas aleatórias e fora de seus campos de interesse, não produza um marketing negativo para a sua marca com esse tipo de ação!

 

Primeiras dúvidas

Ok você ainda pode estar se perguntando: mas é só mandar mensagem para as pessoas então? Não é tão simples assim realmente, vamos aos passos iniciais:

  1. Não, não se deve adicionar pessoas aleatoriamente – além de correr o risco de ser bloqueado por ser um “estranho” e gerar uma imagem negativa para sua empresa (lembre-se de sites como o ReclameAqui) o contato adicionado aleatoriamente pode ter grandes chances de nem se interessar pelo seu produto e portanto, não ser um cliente potencial, não desperdice seus esforços.
  2. Mas ainda assim, devo enviar uma simples mensagem? – Não se prenda a simples mensagens de texto, utilize em um sistema de rotação todos os recursos que o aplicativo lhe oferece e envie vídeos e áudios, não exclua ainda a possibilidade de fazer ligações pois o app já funciona com base no número telefônico dos contatos. Descubra qual é o tipo de contato preferido pelo seu público e qual se adapta melhor ao seu tipo de produto/serviço. O melhor caminho é conciliar estes dois aspectos.
  3. Quais são minhas opções de contato com o cliente? Através dos recursos de vídeo é possível gravar videos em tempo real e tentar obter participação dos contatos dependendo do aplicativo (Periscope por exemplo também é válido como complementar para manter o público engajado) e também gravar tradicionais vídeos promocionais, com recursos de áudio é possível além de manter uma conversa direta enviar jingles e áudio promocionais, use a tecnologia da melhor forma para o seu negócio!