Se você está lendo este artigo há uma grande chance do tema vender pelo WhatsApp não ser uma novidade. Trata-se de uma prática normal de mercado, que está sendo cada vez mais utilizada por empresas que querem aumentar suas vendas. Principalmente em tempos de crise, isso pode significar manter o emprego de alguns funcionários e a vida de uma empresa.

Vamos manter o foco no aplicativo mais utilizado – WhatsApp – mas é importante saber que de forma geral o conhecimento e dicas aqui expostas podem ser aplicadas através de qualquer aplicativo de mensagem, com apenas algumas restrições.

Se você tem sua empresa ou está tentando se tornar um freelancer bem sucedido, em qualquer área de atuação o foco será seu cliente, seu público alvo. Como definir este público além da óbvia pergunta : “quem consume meu produto/serviço?” é de suma importância para seu sucesso. Recomenda-se pesquisar e conhecer a fundo o cliente e seus hábitos de consumo, quanto mais informações menor o risco de erro ao traçar uma estratégia de vendas.

Vender pelo WhatsApp: uma nova visão de negócios

Graças aos aplicativos de mensagem é possível ter contato imediato com seus clientes e isso é uma vantagem incomparável que não se tinha há alguns anos! Seu dever então passa a ser usar a tecnologia de forma correta e em prol da sua empresa. Ao vivenciar esta nova visão de negócios é preciso ter cautela para não ser inconveniente utilizando o recurso de maneira incorreta e enviando spam e mensagens desinteressantes aos clientes. Por outro lado, o esforço deve ser direcionado para produção de conteúdo de interesse e manutenção do que chamamos de canal-cliente. A idéia aqui é manter o cliente próximo da marca e sempre consumindo o conteúdo, seja por motivo de promoção com prêmios ou para saber novidades importantes e obter descontos, a criatividade é o limite.

Dominando o WhatsApp

Ao manter o foco deste artigo no WhatsApp estamos na verdade indicando o aplicativo mais versátil para este tipo de marketing, uma diferença por exemplo é o tamanho de vídeo que pode ser enviado, que é superior por exemplo ao segundo aplicativo do mercado – o Facebook Messenger. O que nos leva a uma importante observação, o Facebook limita o tempo de vídeo em 1 min mas apesar de recomendarmos o WhatsApp não se pode esquecer que a duração de um material de marketing não garante sua qualidade, pelo contrário, nos dias de hoje, dificilmente um vídeo promocional enviado ao cliente, reterá sua atenção por mais de 1 min. Portanto cautela em relação ao tamanho dos vídeos, e arquivos de áudio para clientes. O mesmo raciocínio serve para textos enviados. Ainda assim, é extremamente recomendado que sua marca utilize todos os recursos variando os conteúdos entre vídeos, áudios e textos para vender pelo WhatsApp. É ele sempre que deve enviar a primeira mensagem, para mostrar que tem interesse em seu material, casa contrário você pode ser bloqueado pelo cliente e pelo aplicativo.

Aplicando ao seu negócio

Após pesquisar mais profundamente sobre seu cliente-alvo e produzir conteúdos diversificados nos aplicativos, é necessário aproximar as ações para seu business, em linhas gerais se trata-se de uma empresa que produz serviços de áudio, nem sempre será recomendado o uso de vídeos ou textos, por outro lado uma empresa de serviços de escrita pode sempre priorizar imagens com belos textos ou simples mensagens de texto personalizadas para cada cliente direto no aplicativo. Sempre tendo em mente as habilidades da sua marca, e o objetivo final do cliente, se colocando no lugar do cliente e se perguntando porque eu compraria na minha empresa?

 

Bons Negócios por Mensagem! Como você vai vender pelo WhatsApp na sua empresa? Comente abaixo!